..........and believing that tomorrow will be better, even with tears ready to fall ,have to smile so that anyone else feel our pain.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Seul

Bom dia hoje vou falar um pouco da capaita da coreia do sul ontem falei de uma cidade tuga hoje falo de uma cidade asiatica.
Vou falar desta cidade porque em muitos doramas que assisto falam dela,e como eu não sou nada curiosa,fui cuscar um pouco como é esta cidade,então vejamos.

Seul é a capital e a maior cidade da Coreia do Sul está localizada no Noroeste do país, nas margens do rio Han, Seul tem invernos bem frios, em 2006 as estatisticas populacionais eram de cerca de 10 milhões de habitantes, que se elevam a mais de 23 milhões quando se considera a respetiva área metropolitana, o que faz dela uma das maiores do mundo.
A história da cidade remonta ao ano 18 d. C., quando se estabeleceu como capital do reino de Baekje, com o nome de Wiryesung. Foi depois capital de outros estados na península coreana. No século XIV, tornou-se capital permanente sob alçada da dinastia Joseon. Foi ocupada pelos japoneses entre 1895 e 1945, período durante o qual viu diversas das suas partes históricas destruídas. Tornou-se capital da República da Coreia em 1948, sendo depois ocupada pelas tropas da Coreia do Norte de 1950 a 1951. Durante a Guerra da Coreia foi quase totalmente destruída, mas um plano económico muito agressivo que foi implantado nas décadas de 60 e 70 ajudou à sua rápida reconstrução. Foi palco dos Jogos Olímpicos de 1988. Na década de 90, foram recuperados diversos edifícios de importância histórica, incluindo o Gyeongbokgung, o principal palácio real da dinastia Joseon, situado no centro histórico.
O coração de Seul corresponde à área da antiga cidade da dinastia Joseon, onde se localizam os principais monumentos, os edifícios governamentais, os mercados tradicionais, etc. Esta área é atravessada pelo Cheonggyecheon, um afluente do rio Han que foi recuperado num projeto urbano. O World Trade Center é um imponente edifício onde têm lugar diversas exposições e conferências. Outros edifícios emblemáticos são a Torre de Seul, o Namdaemun e também a maior igreja pentecostal do mundo. É a cidade com o maior número de arranha-céus da Ásia. A Rua Jongno é a que possui maior importância histórica, significando a "rua do sino", onde se pode encontrar um pavilhão que alberga um sino que costumava assinalar os diferentes períodos do dia. Possui também diversos museus e parques, assim como uma densa rede de transportes.



Sem comentários:

Enviar um comentário

por vezes é difícil concordar com o que escrevo podes deixar a tua opinião deste que não digas palavrões é na boa gosto quando os miguitos comentam o que escrevo beijokas fofas fiquem bem

Sound of the Desert